PRAÇA RACHID JAUDY

Endereço: Avenida Isaac Póvoas, Esquina Com A Rua Barão De Melgaço

Em 1826, por iniciativa do médico naturalista Antônio L. Patrício da Silva Manso foram inaugurados os jardins botânicos de Cuiabá, onde se localiza hoje a Praça Rachid Jaudy (antiga praça Santa Rita), passando pela “Cacimba do Soldado”, esquina da Ruas Isaac Póvoas e Comandante Costa. No início do século 20, assim como muitas cidades brasileiras, Cuiabá era abastecida por poços escavados nas residências e pelos córregos ou cacimbas. Em pleno centro da cidade, onde hoje está localizada a Praça Rachid Jaudy (antiga praça Santa Rita), uma famosa fonte ficou muito conhecida. A história diz que muitos recrutas ao saírem do quartel do 16º Batalhão de Caçadores (Exército), nas proximidades da praça 8 de Abril, paravam frequentemente no local para se lavar e beber água naquela bica. O fato teria feito com que o local passasse a ser chamado de Cacimba do Soldado. A água em abundância vinha de uma fonte que abastecia o córrego Cruz das Almas, canalizado até a Avenida da Prainha, em 1909, quando das obras para implantação da avenida Generoso Ponce. Com isso, a Cacimba do Soldado ficou na história. Seo José Rachid Jaudy foi morador de grande destaque comercial do local, bem como as centenárias famílias sírio-libanesas que ali se instalaram e a Praça hoje leva seu nome em singela homenagem pelos serviços prestados na região. No local, consta como fato histórico local onde mais de 70 mil se reuniram para acompanhar a campanha das “Diretas Já”. Em 2006, além de reformar a Praça, a Prefeitura construiu no local, aproveitando a localização estratégica do logradouro, o Centro de Atendimento ao Turista (CAT). O CAT é uma referência turística de Cuiabá e a Praça Rachid Jaudy um cartão postal. Elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Urbano da Capital (IPDU), o projeto de reforma do piso, jardinagem e iluminação, trouxe ainda, em destaque, um dos mais importantes instrumento musicais da cultura cuiabana, a Viola de Cocho. Uma gigantesca viola foi fixada no ponto mais alto da praça, na lateral do CAT, de frente para a Avenida Isaac Povoas.

  • Domingo
  • Quarta-feira
  • Quinta-feira
  • Segunda-feira
  • Sexta-feira
  • Sábado
  • Terça-feira
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO