NOSSA SENHORA DA GUIA

Endereço: Via MT-010, devidamente sinalizada, com placas na estrada e placa oficial na entrada do Distrito.

Localizado a cerca de 38 km de Cuiabá, as primeiras pessoas chegaram na região hoje conhecida como Nossa Senhora da Guia no século 18, por volta do ano de 1730. Esta época foi o período de extensão territorial do arraial do Bom Jesus de Cuiabá, que se tornou Vila Real do Senhor Bom Jesus, que mais tarde se tornaria somente Cuiabá, a atual capital do Estado. De acordo com os livros de história de Mato Grosso, o Capitão-Geral e Governador da Capitania de São Paulo, que também governava nosso Estado, Dom Rodrigues César de Menezes, havia determinado o fim das grandes minas cuiabanas existentes em vários pontos da Baixada Cuiabana. Com esta decisão o povoado que sobrevivia destas minas não encontrou outra saída, se não buscar novos vilarejos para morar. E justamente uma destas localidades escolhidas pelos garimpeiros que ficaram sem trabalho foi a Vila Nossa Senhora da Guia. A escolha do nome está associada à devoção do povo pela santa portuguesa. No decorrer dos anos mais pessoas foram se instalando no local e a região foi tomando contornos de uma pequena cidade. O ouro logo se extinguiu e o extrativismo mineral deu lugar a outra atividade econômica: a produção de farofa e o cultivo de cana de açúcar para o abastecimento da Capital. O tempo foi passando e o núcleo populacional foi crescendo. Em 1907 foi construída a Ponte de Ferro sobre o Rio Coxipó Açu. Por ali, passava a estrada que seguia para Cuiabá e foi desativada quando construíram a Rodovia Helder Candia. Um dos pontos altos da história da Guia foi justamente a construção da ponte de ferro sob o rio Coxipó-Açu. A obra foi feita por engenheiros ingleses, os mesmo que fizeram a primeira ponte de ferro em Cuiabá, sobre o rio Coxipó do Ouro. Hoje a ponte se tornou um dos patrimônios históricos dos moradores. Com mais de 100 anos de existência, o ponto turístico atrai pessoas de todos os lugares de Mato Grosso. Além de muita história, a Guia preserva lendas, costumes e tradições, como bailes, danças e rezas.

  • Domingo
  • Quarta-feira
  • Quinta-feira
  • Segunda-feira
  • Sexta-feira
  • Sábado
  • Terça-feira
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO
  • Das 00:00 as 23:59 - ABERTO